top of page
Buscar
  • Foto do escritorVA comunicacao

Ao lado de Jerônimo, Valmir diz que MST ganha mais força para lutar pela reforma agrária


O governador Jerônimo Rodrigues durante encontro estadual do MST na Bahia - FOTO: Divulgação -

Esperança e força para lutar por reforma agrária e defender políticas estruturais para produção de alimentos, organização dos assentamentos e acampamentos no país. Esse foi o debate central que o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) da Bahia reforçou durante o 35º Encontro Estadual realizado em Salvador até o último domingo (15). Os militantes se reuniram com o deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) e políticos da base do governador Jerônimo Rodrigues (PT), que também esteve no encontro, para tratar de demandas e para ouvir as discussões sobre a conjuntura política do Brasil após a eleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). De acordo com Valmir, a presença do governador da Bahia “sela a parceria e o compromisso do governo estadual com a reforma agrária e a produção de alimentos saudáveis”.


Ainda segundo o deputado, Jerônimo esteve em seu habitat natural ao lado dos Sem Terras. “Nós estamos em um período de esperança e nós vamos continuar resgatando a esperança do nosso povo. E Jerônimo vem para demonstrar a importância do MST no cenário político, dentro das lutas democráticas. Foram debates importantes e fundamentais para a organização da luta por reforma agrária no próximo período. Foram dias intensos de debate. Diversos movimentos sociais e autoridades políticas compareceram ao Parque de Exposições, em Salvador, em saudação ao MST. E isso nos deixa ainda mais convicto de que estamos no caminho certo da história”, sintetiza Assunção.


O encontro do MST marcou o diálogo e parceria do governo do estado com o conjunto dos movimentos sociais. No último dia de debates, por exemplo, o movimento recebeu a visita do governador Jerônimo com um café da manhã para celebrar o encontro. “Reafirmaram a luta pela terra, pelo combate à fome e pela proteção do meio ambiente. Dando oportunidade para a esperança voltar com mesa farta, é assim que o povo quer e o que o Brasil precisa passar todos os dias. Mais uma oportunidade única para reafirmar que o nosso trabalho é coletivo e junto com os movimentos sociais vamos avançar ainda mais”, declara o governador petista.


O encontro do MST foi mais um momento para estabelecer a organização do movimento e reafirmar o compromisso com a reforma agrária e a democracia, diante do novo cenário de governos progressistas. O movimento reconduziu Liu Durães e Evanildo Costa como dirigentes nacionais na Bahia. “Citando ambos, cumprimento toda a coordenação estadual eleita. Pessoas que têm a importante missão de construir com a militância o projeto democrático, popular e participativo que orienta a luta por reforma agrária popular e a produção de alimentos saudáveis para o povo brasileiro”, frisa Valmir. Ao final, no momento de mística, houve homenagem à memória de Márcio Matos, o popular ‘Marcinho’, dirigente que foi brutalmente assassinado em Iramaia em 2018. “Não descansaremos até que a justiça seja feita”, completa o deputado.



3 visualizações0 comentário

ความคิดเห็น


bottom of page