Buscar
  • VA comunicacao

Cerca de R$ 1,8 milhão é investido em construção de nova sede da Deam em Juazeiro



Moradoras de Juazeiro, a partir do segundo semestre, vão contar com nova sede da Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (Deam). A unidade, que passará a atender em um novo espaço situado na Rua Eliete Costa, no bairro Novo Encontro, está com 25% das obras executadas e tem o investimento de cerca de R$ 1,8 milhão do Governo do Estado.


A iniciativa faz parte do pacote de modernização das estruturas da Secretaria da Segurança Pública (SSP), que, somente na primeira etapa, prevê o investimento de mais de R$ 80 milhões na construção de novas unidades, reformas e manutenções.


Além de mais ampla, construída em um terreno com cerca de 1,5 metros quadrados, a sede da Deam terá sala para atendimento psicológico e espaço de acolhimento infantil para filhos das vítimas. Também haverá locais reservados para assistência social e reconhecimento de suspeitos, entre outras áreas.


A unidade receberá ainda novos móveis, oferecendo mais conforto aos servidores e às vítimas de violência doméstica. “Juazeiro é uma das cidades beneficiadas com o grande investimento que está sendo realizado na melhoria das estruturas das polícias em todo o estado. O objetivo, além de levar mais conforto e melhores condições de trabalho aos nossos policiais, também é entregar um serviço cada vez mais humanizado e de excelência aos baianos”, afirmou o secretário da Segurança Pública, Ricardo Mandarino.


Ele acrescentou que o combate à violência doméstica é uma das prioridades da pasta. Novas sedes de Deams serão construídas nos municípios de Jequié, Itabuna, Camaçari (reforma) e Ilhéus. Já Santo Antônio de Jesus receberá o Núcleo Especial de Atendimento à Mulher (Neam).


Em Juazeiro, as mulheres vítimas de violência doméstica também têm a rede de apoio oferecida pela Operação Ronda Maria da Penha, unidade vinculada ao Comando de Policiamento Regional Norte, que realiza o trabalho de conscientização com homens e mulheres e garante o cumprimento das medidas protetivas.


FONTE: Ascom/SSP

4 visualizações0 comentário