Buscar
  • VA comunicacao

Comissão de Cultura da Câmara aprova inscrição de Marighella como herói da pátria



O nome de Carlos Marighella foi aprovado pela Comissão de Cultura da Câmara para ser inscrito no Livro dos Heróis da Pátria nesta terça-feira (30). Projeto de Lei dos deputados federais Valmir Assunção (PT-BA) e Janete Capiberibe (PSB-AP) foi apreciado e teve parecer favorável da parlamentar Jandira Feghali (PCdoB-RJ). De acordo com Assunção, a medida é uma celebração ao centenário de nascimento de Marighella.


“É uma justa homenagem a esse grande brasileiro, defensor da liberdade democrática e de uma sociedade mais igualitária. Seu nome se junta a de outros que também lutaram pela pátria e estará depositado no Panteão da Liberdade e da Democracia, na Praça dos Três Poderes, em Brasília. Vamos lutar para que essa medida seja aprovada também na Comissão de Constituição e Justiça para que a homenagem seja concretizada”, salienta Valmir, autor da proposta.

Carlos Marighella foi assassinado por agentes do antigo Dops e por décadas teve seu nome ligado à difamação, sendo considerado até como terrorista. O ex-deputado e líder da Aliança Nacional Libertadora (ANL) é um importante quadro da luta por democracia no país. Foi reconhecido e o Estado brasileiro apresentou profundas desculpas à família de Marighella pela sua morte e tantas difamações ao seu nome, ao longo da recente história do Brasil.




2 visualizações0 comentário