Buscar
  • VA comunicacao

Em encontro, Lula e embaixador da Alemanha debatem vacinas e meio ambiente


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - FOTO: Ricardo Strucket -

O presidente Lula se reuniu na noite desta segunda-feira (3), com o embaixador da Alemanha, Heiko Thoms. A deputada federal e presidenta nacional do PT, Gleisi Hoffmann (PR), e o ex-ministro da Educação Fernando Haddad também participaram do encontro.

O ex-presidente está em Brasília, onde vem mantendo reuniões em torno da defesa do auxílio emergencial de R$ 600,00 e medidas para combater a pandemia. Desde segunda-feira, Lula manteve encontro com os deputados federais Marcelo Freixo (PSol-RJ) e Alessandro Molon (PSB-RJ) e o senador Fabiano Contarato (Rede-ES).


Segundo a presidenta Gleisi, em entrevista no final desta terça-feira (4), o encontro com o embaixador foi “muito positivo”. O tema ambiental, que preocupa a Alemanha, foi tratado durante a reunião. De acordo com Gleisi, o embaixador manifestou o desejo de ajudar o Brasil, apesar da situação atual em que o meio ambiente não está sendo respeitando.

No encontro com o embaixador alemão, o presidente Lula reafirmou a necessidade da reunião dos países do G20 para enfrentar a crise sanitária mundial.


De acordo com Gleisi, o presidente Lula afirmou que, assim como ocorre com a economia, os países devem se reunir para assegurar acesso à vacina para todos. Lula já fez a defesa da urgência da reunião do G20 em diversas entrevistas para a mídia internacional.


Nas reuniões com parlamentares, o ex-presidente busca sensibilizar as lideranças para a necessidade de o Congresso Nacional aprovar medidas mais ousadas para ajudar o povo a enfrentar a pandemia. Segundo Gleisi, o ex-presidente argumenta que tem dinheiro, e de onde tirar, para pagar o auxílio emergencial de R$ 600,00. Para Lula, é preciso interromper a atual situação da vida do povo que, segundo ele, “está muito dura, sem renda e com a fome avançando”.


FONTE: PT Nacional

46 visualizações0 comentário