Buscar
  • VA comunicacao

Lula tem 43% e Bolsonaro oscila 1 ponto em pesquisa XP/Ipespe


O ex-presidente segue na lideranças da corrida presidencial - FOTO: Ricardo Stuckert -

Pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta sexta-feira (25) mostra que Lula (PT) segue na liderança com 43% das intenções de voto. Em segundo lugar, Jair Bolsonaro (PL) oscilou um ponto para cima e chegou a 26%. Sergio Moro (Podemos) manteve os 8% da pesquisa anterior e abriu um ponto sobre Ciro Gomes (PDT), que oscilou para 7%. João Doria (PSDB) tem 3%. André Janones (Avante), Eduardo Leite (PSDB), Simone Tebet (MDB) e Felipe D’Ávila (Novo) marcaram 1% cada.


Lula tem 35% na espontânea

Na pesquisa espontânea, Lula marca 35%, 10 pontos percentuais à frente de Bolsonaro, que é lembrado por 25%. Neste cenário não são abertos os nomes dos pré-candidatos. Moro e Ciro são citados por 4% e João Doria por 1%. Os demais não atingiram 1% - 25% não sabe/não respondeu e 5% declaram que vão voltar nulo ou em branco.


Segundo turno

Lula ainda venceria todos os adversários no segundo turno. No primeiro cenário, contra Bolsonaro, o petista leva 53% dos votos, enquanto o atual presidente fica com 31%. Caso o segundo turno seja com Sérgio Moro, pré-candidato pelo Podemos, o resultado seria: 52% para Lula e 33% para Moro.


Se enfrentasse o atual governador de SP, Lula venceria por 53% a 22%. Contra Ciro, o placar seria: 52% para Lula e 25% para Ciro. Já Bolsonaro, segundo a pesquisa, perderia em todos os possíveis cenários traçados para o segundo turno. Em uma disputa contra Ciro Gomes, Bolsonaro teria 33% dos votos, enquanto Ciro, 44%. Contra Doria, Bolsonaro teria 36% e o governador de São Paulo, 43%.


Satisfação com a democracia

A pesquisa ainda mediu o nível de satisfação dos eleitores com a democracia brasileira. No total, 60% se dizem insatisfeitos ou muito insatisfeitos. Apenas 2% dizem que estão "muito satisfeitos" e 32% satisfeitos.


Mesmo diante da insatisfação, 69% afirmam que a democracia é preferível a qualquer outra forma de governo. Para 7% um governo "autoritário" pode ser preferível a um democrático -18% se mostram indiferentes e 6% não responderam.


A pesquisa foi realizada entre os dias 21 e 23 de fevereiro e está registrada no TSE sob número BR-05015/2022. A margem de erro é de 3,2 pontos para mais ou para menos.


FONTE: Revista Fórum

5 visualizações0 comentário