Buscar
  • VA comunicacao

Nova pesquisa aponta que Lula vence Bolsonaro no primeiro turno sem Ciro

Pesquisa FSB, encomendada pelo Banco Pactual, divulgada nesta segunda-feira (25) mostra em um cenário sem Ciro Gomes (PDT), com apenas três candidatos, Lula (PT) seria eleito no primeiro turno com 52% dos votos válidos. Em cenário em que o candidato da terceira via é João Doria (PSDB), Lula tem 49%, Bolsonaro 34% e o ex-governador de São Paulo, 9%. Já com Eduardo Leite, o petista mantém os 49%, o atual presidente vai a 36% e o gaúcho marca 8% - o placar é idêntico com Simone Tebet (MDB).


Lula também mantém os 49% com André Janones (Avante) na disputa, que soma 8% - Bolsonaro tem 35%. Já com Felipe D'Ávila (Novo), que tem 5% no cenário, Lula vai a 50% contra 37% do adversário do PL. Rejeição João Doria segue liderando a rejeição, com índice de 63% dizendo que não votariam nele de jeito nenhum. Em seguida vem Bolsonaro com 57%. Lula tem o menor índice entre os principais pré-candidatos, de 45%, e Ciro é rejeitado por 49%.


Entre os nanicos e os que ainda brigam pela candidatura, Leite tem rejeição de 38%, Janones e Tebet de 31%, e D'Ávila de 35%. Eles acumulam, no entanto, o maior percentual de desconhecimento - entre 49% e 59%. Alckmin x Braga Netto A FSB ainda pesquisou a importância dos vices para puxar votos na disputa presidencial. Para 44% o vice é importante, mas não decisivo. Outros 29% dizem que são decisivo e 23% acreditam que não é importante, nem decisivo.


Na chapa de Lula, 46% dizem que não faz diferença ter Geraldo Alckmin (PSB) como vice. Outros 27% acham que o ex-governador paulista diminui a vontade de votar em Lula. Para 23%, essa vontade aumenta. Entre os bolsonaristas, 52% vêem a presença de Walter Braga Netto como vice como indiferente. Para 29% diminui a vontade de votar no atual presidente e 15% dizem que aumenta. A pesquisa foi realizada entre os dias 22 e 24 de abril por telefone com 2 mil eleitores em todo o Brasil. A margem de erro é de 2 pontos percentuais para mais ou para menos e o índice de confiança de 95%. O registro no TSE é de número BR-04676/2022. Leia a íntegra


FONTE: Revista Fórum


37 visualizações0 comentário