Buscar
  • VA comunicacao

Projeto Obá Lokê 360° contribui para fortalecimento de terreiros na Bahia


O projeto foi contemplado pelo Edital da Década Afrodescendente - FOTO: Divulgação -

Foi lançado na última quinta-feira (28), com transmissão pelas redes sociais, o projeto Obá Lokê 360°, um site que possibilita a realização de tour virtual pelo Ilê Obá Lokê, terreiro localizado em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador. Através da iniciativa também são oferecidos um catálogo virtual de divulgação para empreendedores negros, estante virtual e curso de marketing digital. O projeto foi contemplado pelo Edital da Década Afrodescendente, lançado pelo Governo da Bahia, através da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi). No tour virtual em 360 graus os internautas podem conhecer as obras de arte esculpidas pelo artista plástico Rodrigo Siqueira, com o objetivo de aproximar o espaço cultural e religioso de outros públicos, contribuir para sua difusão e sustentabilidade econômica, também capacitando toda a comunidade negra vinculada ao terreiro. O projeto é desenvolvido pela Associação Beneficente Socioeducativa, Recreativa e Religiosa Obá Lokê em parceria com a Estandarte Produções. A titular da Sepromi, Fabya Reis, destacou que a iniciativa integra a série de projetos apoiados pela Sepromi com foco no fortalecimento econômico da população negra neste período da pandemia de Covid-19. “O projeto oferece um rico tour virtual pelo terreiro e um importante catálogo virtual de serviços. Além de ajudar no fortalecimento e sustentabilidade do espaço, as ações contribuem, sem dúvidas, para a manutenção e valorização da cultura afro-brasileira”, ressaltou. “É uma grande alegria para nós lançar este projeto que ajuda no fortalecimento de empreendedores negros e negras, dá visibilidade às religiões matriz africana. É a possibilidade de visitar nosso terreiro de forma virtual. Queremos juntar forças e criar mecanismos de enfrentamento ao racismo em todas as suas modalidades, em espacial ao que se traduz na intolerância religiosa”, ressaltou o babalorixá, escritor e antropólogo, Vilson Caetano. A live de lançamento também contou com a participação da cineasta e fundadora da Estandarte Produções, Jamile Coelho, e do artista plástico, ilustrador e cenógrafo, Rodrigo Siqueira, Axogun do terreiro e autor das obras que compõem o acervo arquitetônico e artístico do Ilê Obá LOkê. Empreendedorismo na era digital - Também compondo o projeto, será realizado um minicurso em Marketing Digital para Empreendedores Negros e Comunidades Tradicionais, atividade que também abordará temáticas relacionadas a combate ao racismo e ao desenvolvimento sustentável. As informações são da Sepromi.

3 visualizações0 comentário