top of page
Buscar
  • Foto do escritorVA comunicacao

Valmir apresenta demandas ao governo e pede que estradas do extremo sul sejam recuperadas urgente



Valmir Assunção e Isaac Boaventura com o secretário Sérgio Brito e o superintendente Saulo Pontes - FOTO Divulgação -

A situação caótica que estão as estradas que cortam municípios do extremo sul da Bahia após as fortes chuvas deste final e início de ano foi levada pelo deputado federal Valmir Assunção (PT-BA) ao governo estadual durante reunião nesta segunda-feira (9). Ao lado da liderança do PT de Eunápolis, Isaac Boaventura, o parlamentar baiano mostrou imagens do rastro de destruição deixado pelas águas das chuvas ao secretário estadual de Infraestrutura, Sérgio Brito, e ao diretor-superintendente Saulo Pontes. “As chuvas atingem o estado desde o final de 2022 e deixaram estragos em estradas no extremo sul que precisam ser solucionados com urgência”, sintetiza Valmir.



Recuperação de estradas precisa ser feita com extrema urgência - FOTO: Divulgação -


Entre os pedidos de recuperação de estradas está o da BR-101, no trecho que vai de Itamaraju a Teixeira de Freitas. Conforme Assunção, há um imenso buraco desde o dia 22 de dezembro. A solicitação é que o estado organize de imediato um desvio para que se tenha trafegabilidade segura. Também tem o caso da licitação para as reformas necessárias na estrada estadual que liga Itamaraju, Prado e Teixeira de Freitas. “Diante das estradas bloqueadas, veículos de grande porte têm usado essa opção, danificando a pista e colocando motoristas em risco”, explica o deputado petista.



Infraestrutura viária comprometida no extremo sul da Bahia devido às fortes chuvas no estado - FOTO: Divulgação -


Ainda foi pedido a formulação do projeto para a construção de trecho na BA-01, que liga Corumbau a Caraíva, entre Prado e Porto Seguro. “É importante frisar que há a reivindicação do bem-estar da população local, mas também porque há o aumento do fluxo de turistas nas regiões praianas neste verão, o que impõe celeridade aos pontos levados ao secretário Sérgio Brito”. Conforme Valmir, a situação é de extrema urgência, já que tem o processo de escoação de produção da região para outros grandes centros comerciais. “Essa questão tem causado prejuízo a quem vive da venda e produção de alimentos, por exemplo”, completa.




3 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page