Notícias

Buscar


O governador Rui Costa visitou a cidade de Irecê nesta segunda-feira (21), quando realizou a entrega de diversos investimentos. Entre eles, o novo Complexo Poliesportivo Educacional, que teve investimento de R$ 2,4 milhões. O equipamento dispõe de campo de futebol society, quadra de vôlei de areia, pista de salto, vestiário, área de urbanização, academia de saúde e piscina. As intervenções incluíram a manutenção civil e elétrica do ginásio esportivo. “Esse é o resultado de muito trabalho. Além do Complexo poliesportivo, estamos investindo na ampliação e requalificação das escolas estaduais. Vamos soltar também nos próximos dias a licitação do esgotamento sanitário da cidade de Irecê, e um investimento complementar a esse vamos licitar, em parceria com o município, uma obra de macrodrenagem pra resolver definitivamente os grandes alagamentos em períodos de chuvas intensas aqui na cidade”, afirmou o governador. O governador também entregou as obras de ampliação do Centro Territorial de Educação Profissional (Cetep), que passará a contar com dez salas, módulo de três laboratórios e auditório para 150 pessoas. O Governo do Estado investiu mais de R$ 1,1 milhão nesta obra. Infraestrutura Outro investimento entregue foi a iluminação pública da entrada da cidade, no trecho entre a rodovia BA-052 e o acesso à Policlínica Regional de Saúde.


Segurança Rui Costa ainda inaugurou o novo Núcleo Especial de Atendimento à Mulher (Neam) de Irecê. A partir do atendimento no Neam, as vítimas poderão ser encaminhadas para o Centro de Referência da Mulher, onde terão acesso a atendimento psicológico, advogado, assistente social, entre outros serviços. O ato contou com as presenças do secretário de Segurança Pública, Ricardo Mandarino, e da delegada-geral da Polícia Civil, Heloísa Brito. Outras ações O governador também autorizou a Embasa a publicar edital de licitação para implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário de Irecê (Etapa 01). Além disso, anunciou a autorização para que a Secretaria de Infraestrutura do Estado (Seinfra) pavimente o Semi Anel Rodoviário de Irecê. O governador também participou de entregas da administração municipal. Entre elas, a requalificação do Estádio Marcionílio Rosa e de três praças públicas do município.

FONTE: Secom do Governo da Bahia

3 visualizações0 comentário

O presidente da República Jair Messias Bolsonaro - FOTO: Reprodução -

Visivelmente transtornado, Jair Bolsonaro (Sem partido) gritou arrancou a máscara e mandou uma jornalista da TV Vanguarda, afiliada da TV Globo, calar a boca após evento na Escola de Especialistas de Aeronáutica, em Guaratinguetá, no Vale do Paraíba, em São Paulo.


“Eu chego onde eu quiser, como eu quiser, eu cuido da minha vida. Se você não quiser usar máscara, você não usa”, disse Bolsonaro, aumentando o tom de voz e defendo o tratamento precoce que “salvou a minha vida”.


“Porque você acha que tem que consultar com o Bonner ou com a Miriam Leitão? Para de falar do assunto”, diz ele, tirando a máscara. “Bota agora, estou sem máscara em Guaratinguetá. Está feliz agora? Está feliz agora? Essa Globo é uma merda de imprensa, vocês são uma porcaria de imprensa…”, gritou Bolsonaro, quando a repórter tenta falar.


“Cala a boca. Vocês são canalhas. Um jornalismo canalha vocês fazem. Que não ajuda em nada. Vocês destroem a família brasileira, vocês destroem a religião. A Rede Globo não presta. É um péssima fonte de informação. […] Você tinha que ter vergonha na cara de prestar um serviço porco desse que você faz na Rede Globo”, gritou, abandonando a entrevista.


FONTE: Revista Fórum

3 visualizações0 comentário

Alerta foi emitido para os 417 municípios sobre os riscos de festas e aglomerações - FOTO: Divulgação/PMI -

Com alto potencial de transmissão e risco aumentado para internações, a variante da Covid-19 denominada P1, originária de Manaus (AM), atualmente é responsável por 80% das infecções na Bahia. As vésperas do São João, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) emite um alerta para os 417 municípios sobre os riscos de festas e aglomerações neste período. Os dados sobre a disseminação da variante estão no boletim do Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen-BA) divulgado nesta sexta-feira (18).


O Lacen-BA já realizou o sequenciamento de 257 amostras provenientes de pacientes de 98 municípios dos nove Núcleos Regionais de Saúde da Bahia desde setembro de 2020 até 21 de maio de 2021. Até o momento não foi identificada nenhuma amostra com a variante indiana.


Os resultados dos sequenciamentos mostram que o número de linhagens circulantes mudou com o tempo, sendo a variante B.1.1.7, conhecida como variante do Reino Unido, a mais comum no início da pandemia. “No comparativo mês a mês, vemos o crescimento da diversidade de cepas detectadas no estado, sendo oito agora. Entretanto, nos meses de fevereiro a maio deste ano, a variante P1 se tornou predominante, sendo a responsável pela aceleração do número de internações e elevação do número de óbitos em todo o Brasil, inclusive, na Bahia”, explica o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas.



O titular da pasta estadual da Saúde ressalta ainda que menos de 40% dos baianos tomaram a primeira dose, o que significa que o uso de máscara, a higiene frequente das mãos e o distanciamento social ainda são as atitudes mais eficientes para evitar a contaminação pela Covid-19. “A tradição junina em nosso estado é forte, mas para salvar vidas se faz necessário alguns sacrifícios e evitar aglomerações é o principal deles”, afirma Vilas-Boas.


O espalhamento do vírus

A escolha das amostras para o sequenciamento foi baseada na representatividade de todas as regiões geográficas da Bahia, casos suspeitos de reinfecção, amostras de indivíduos que evoluíram para óbito, contatos de indivíduos portadores de variantes de atenção (VOC) e indivíduos que viajaram para área de circulação das novas variantes com sintomas clínicos característicos, como dificuldade de respirar, muito cansaço, SRAG e/ou pneumonia.


FONTE: Ascom/Sesab

2 visualizações0 comentário